Não se desespere [Parte 1]

Olá, tudo bem?

Nestes conturbados tempos de economia instável, política brasileira em crise e o Brasil alcançando números altíssimos de desemprego, muita gente está desesperada. Realmente não é um cenário muito agradável e por isso decidi deixar algumas considerações para você refletir.

Propositalmente vou dividir este artigo em duas partes. Não é porque ele ficará longo e sim para dar tempo de você pensar sobre cada parágrafo. Com estes artigos eu quero que você DECIDA HOJE de UMA VEZ POR TODAS a NÃO se deixar mais VIVER ACUADO.

Recentemente, um desempregado há meses achou uma mochila com R$ 7 mil reais, tablet, equipamentos e documentos em uma rodovia. Ora, um sujeito no Brasil que estava desempregado há meses não teve dúvida. Foi em um posto da PRF e buscou ajuda para devolver ao dono, dizendo que havia encontrado a mochila com todos os itens. O engenheiro dono de tudo, mandou um funcionário para resgatar a mochila e os demais itens que ele havia perdido. No final de tudo, o carroceiro ainda recebeu uma proposta de emprego. (link aqui)

SEU COMPORTAMENTO FINANCEIRO

Você já conhece seu comportamento financeiro? 

Ainda não?!

Então não espere mais. Conheça esta idéia!

A segunda notícia (link aqui) é de um pai desempregado que roubou o carro de uma mulher, se arrependeu e deixou um bilhete pedindo desculpas dizendo que era vítima da sociedade, que a arma era de brinquedo e que não servia para ser ladrão.

E ainda tem o caso de um grande amigo meu que trabalhava em uma multinacional em uma posição importante foi mandado ao exterior por um ano com todas as despesas pagas pela empresa para trabalhar lá. Ele voltou com um conhecimento enorme e uma valorosa carta de recomendação do seu chefe no exterior. Poucas semanas depois de pousar no Brasil foi demitido

Quantas lições podem ser tiradas destas breves histórias?

Várias não é?

Que houve reconhecimento para a honestidade, mesmo quando podia estar desesperado por mal ter dinheiro para sobreviver. O carroceiro recebeu uma oportunidade de um novo emprego.

Imagina o quanto o engenheiro estava desesperado por perder 7 mil reais? Podia ser tudo da empresa, dinheiro para pagar fornecedor ou funcionários, não é?

Já pensou se uma vítima armada reage e mata o pai desesperado que assaltou um carro com uma arma de brinquedo? Até saber que era de brinquedo podia ser tarde demais.

E ainda que mesmo tudo parecendo estar tão bem com emprego certo e viagem ao exterior, se transforma em uma demissão inesperada.

Enfim, são vários E SEs… várias lições e considerações que poderíamos ficar horas aqui discutindo o que deveria e o que não podia acontecer.

Estar desesperado é péssimo. Uma situação a qual ninguém quer estar. É horrível não ter opções para escolher. Mesmo que não escolha nenhuma opção, mas o poder da escolha já é mais reconfortante do que não poder decidir nada.

Há alguns anos, um ex-chefe meu disse uma vez para “Jamais se ponha em uma situação que alguém vai escolher por você”. Depois daquele momento, essa frase martela na minha cabeça diariamente.

Vi vários outros amigos reclamando que foram demitidos, que o faturamento da empresa caiu e que as coisas não estão fáceis. Para todos nós também ficou pior, tudo está mais caro no supermercado, combustível onera o orçamento e a inflação dilui o salário muito rápido.

“Eu não vou deixar que alguém escolha por mim. Eu não vou me colocar em uma situação de desespero, ou me deixar ficar acuado e desesperado sem saber o que fazer.”

É isso que quero que você pense. Tenha isso em sua mente. “Decida agora antes que você seja forçado a decidir.” Decida enquanto é tempo, enquanto você tem espaço para fazer manobras, alterações e mudanças no seu caminho.

E o que eu quero dizer com isso? Monte a sua Estratégia de Vida ontem. Tenha um plano A,B e C. Tenha mais que uma fonte de renda. Não seja pego desprevenido. Organize os seus planos e conclua suas metas para não ser pego de surpresa.

Não espere bons resultados se você age quando está acuado, pois você só vai agir por instinto. Pior ainda é quando se acostuma a agir com desespero e isso se torna uma constante a ponto de você perder o controle dos resultados. Isso vai criar uma avalanche que destrói tudo a seu redor, podendo destruir os sonhos de outra pessoa e assim você vai deixa-la desesperada também e consequentemente ela irá agir desesperadamente e então…..a avalanche continua.

O desespero deixa as pessoas fragilizadas, irritadas, depressivas e etc. Se você não está em seu estado normal, seu círculo familiar não estará também e sua paz interior muito menos.

Por isso, não se deixe ficar acuado. Não se permita ficar que nem a galinha fugindo de alguém no galinheiro.

Não entendeu o que isso significa? Leia a parte 2 (link) para continuar este artigo e compartilhe isso com seus amigos, pode ser que algum deles esteja precisando.

Enquanto não chega a segunda parte, que tal compartilhar este artigo com seus amigos?​

Compartilhe com seus amigos
This focus area template supports only 2 input fields. Please check your opt-in configuration in order to use this template.